Coleção Peanuts Completo 1950 – 1952

 De longe, um dos melhores presentes que já ganhei. Infelizmente ainda não comprei os outros da coleção porque, até mesmo na internet, são caros. Variam de 70 a 75 dinheiros. Falar de Peanust é simples e difícil ao mesmo tempo. Do desenho animado às tirinhas soltas, não há quem desgoste. Até mesmo os livrinhos de bolso, que são bem baratinhos e você os encontra em toda livraria, valem o encanto. Charlie Brown é de cabeceira. A insônia se transforma em leves risadinhas e sempre ocorre aquele ataque de “own, isso não poderia ser mais fofo” dentre algumas overdoses de amor. É isso, Peanuts é pra quem gosta de fofura mesmo. Geralmente, aqui e acolá, rola uma identificação com os personagens…certamente você conhece pelo menos alguém tão dramático e depressivo quanto Minduim, alguém tão preguiçoso quanto Paty Pimentinha…chata e romântica como Lucy, e por aí vai. Gosto muito do aspecto de não haver sexismos. Às vezes voce esquece que Marcie é uma menina, por exemplo. Há diferença de personalidades, que é justamente o que Charles Schulz parece se preocupar em distinguir, junto a isso o enquadramento de dramas infantis – perfeitamente aplicáveis em adultos.

O volume da coleção 1950 – 1952: É composto por tirinhas semanais e dominicais. Sempre com continuação, mas não necessariamente específica de um enredo. Neste volume ja há algumas críticas sociais, mas o forte mesmo são as relações interpessoais e comportamento. Por ser o primeiro, achei inusitado alguns aspectos. Por exemplo, você percebe a ausência de Linus no início, e surpresa, ele aparece como um bebê. Nem todos existiram desde o começo da criação da Turma do Charlie Brown e ver os personagens se desenvolverem, alguns crescerem e aprenderem, é uma delícia. Sem contar no traço. O charme de ser o mesmo Charlie Brown que ainda vemos, mas com um encanto e formas diferentes de desenho. Principalmente, gostaria de dizer que apreciei muito ler sobre a história de Schulz. Entender sua trajetória como artista inspira aqueles que desejam seguir o caminho de fazer aquilo que amam.

A coleção

Anúncios

Sobre deborahmeira

escrevendo sua opinião a si, e a quem quiser ouvir.
Esse post foi publicado em HQ, Livros, Preferidos, Tirinhas. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Coleção Peanuts Completo 1950 – 1952

  1. Nathália disse:

    Eu só li o primeiro, ainda peguei emprestado na biblioteca da escola s:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s